Licença creative commons

Licença Creative Commons
Projeto Traduções - Perry Rhodan de Delgado é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Loading...

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Lançamento da semana

Amanhã será lançado na Alemanha o nº 2644 da série Perry Rhodan, "Os Guerrilheiros de Terrânia" (Die Guerillas von Terrania), de Verena Themsen, capa e ilustração de Swen Papenbrock.
Subtítulo - Pessoas na resistência - a ajuda vem de um lugar desconhecido.

Personagens principais:
Barisch Ghada - O terrano desempenha um papel.
Sharoun Beffegor - O Exagentin treina a guerrilha.
Fydor Riordan - O assistente se revela para os novos governantes.
Chossom - O fagesy se incomoda com as ações dos terranos.
A Sombra - A resistência obtém ajuda.

Na Via Láctea registra-se o ano 1469 NCG (Novo Calendário Galático)- o ano 5056 da era cristã.

Desde o desaparecimento dramático do Sistema Solar com todos os seus habitantes, a situação na Via Láctea mudou fundamentalmente.
A região ao redor do Sistema Solar foi declarada um setor zero, e isolada do Galacticum e das naves espaciais.
Febrilmente os povos galáticos tentam descobrir o que aconteceu, e julgar os responsáveis.
Também Perry Rhodan, juntamente com a BASE, foi "sequestrado de forma até então desconhecida", ajuda a complicar a situação.
Para a LTL (Liga dos Terranos Livres) não ficar acéfala, um novo líder provisório foi eleito, em sua sede, no planeta Maharani.
Enquanto na galáxia dupla Chanda, devastada por guerras, Perry Rhodan e Alaska Saedelaere lutam contra a superinteligência Qin Shi, que despertou de um longo sono, uma anomalia isola o Sistema Solar do resto do universo conhecido. Isso foi realizado por três povos estranhos.
Os Spenta encobrem o Sol; os Fagesy ocupam a Terra; e os Sayporaner sequestram crianças.

Depois que o governo capitulou perante os estrangeiros, há uma primeira resistência na forma dos GUERRILHEIROS DE TERRÂNIA...

http://perry-rhodan.net/produkte/hefte/1/2644.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário